NOTÍCIAS

 

_ALE0818.jpg
_ALE0779.jpg

Moschino se inspira em Picasso na Semana de Moda de Milão

A nova coleção, assinada por Jeremy Scott, leva o cubismo espanhol para passarela

A Semana de Moda de Milão acaba de se encerrar com alguns dos desfiles mais aguardados da temporada de verão 2020, como Gucci, Prada, Botega Veneta e Fendi.

 

Entre os desfiles incríveis que aconteceram, o highlight ficou por conta da Moschino de Jeremy Scott, o designer buscou inspiração nas obras do artista espanhol Pablo Picasso, trazendo para a passarela importantes momentos da obra cubista.

 

Macacão em tons de rosa e azul, vestidos estampados e blazers dourados, além de um vestido de noiva com as pombas da paz de Picasso foram algumas das peças que tiveram destaque no desfile. 

 

A conexão entre arte e moda foi elevada com a transformação de modelos em pinturas vivas, vestidas com molduras douradas, e produções inspiradas na cultura espanhola com direito a modelos inspirados em toureiros.

 

 

 

linha1.png
NonniCar.png

NonniCar faz pré-lançamento de aplicativo de transporte particular para a geração prateada

A empresa apresentará a plataforma em primeira mão durante a feira Longevidade Expo + Fórum

O Expo Center Norte São Paulo vai sediar um evento profissional sobre qualidade de vida e longevidade, dirigido a um mercado que não para de crescer: o segmento dos consumidores de 50+. Entre os dias 29 de setembro e 01 de outubro, a NonniCar estará no Longevidade Expo + Forum com espaço para o pré-lançamento do aplicativo de transporte particular desenvolvido especialmente para a geração prateada, ou seja, formada por aqueles que já passaram dos 50 anos e têm muito ainda a conquistar.

 

 

NonniCar1.png

As empresárias Andréa Morais e Vivian Mantoan

O acelerado envelhecimento da população brasileira está levando a novas necessidades e diferentes hábitos de consumo. A geração dos 50+, principalmente aqueles que não dirigem, muitas vezes preferem ficar em casa ao incomodar outras pessoas para se locomoverem. Pensando nisso e na falta de habilidade que existe em alguns casos, as sócias e empresárias Andrea Morais e Vivian Mantoan tiveram a ideia de desenvolver um aplicativo lúdico, de fácil manuseio e com comando de voz, que dá autonomia para solicitar uma corrida. E mais: permite criar uma lista de motoristas preferenciais, podendo solicitá-los sempre que necessário.

 

“Percebemos que as pessoas estão ficando muito confinadas e deixando de ter convívio social. Esse isolamento não é saudável e para envolvê-los com a sociedade, tornando-os mais alegres e independentes, resolvemos trazer esse aplicativo para o mercado”, explica a CEO da empresa, Vivian Mantoan.

 

O app oferecerá aos usuários carros no padrão select com motoristas selecionados pessoalmente pela equipe NonniCar e, para garantir a eficácia do serviço, as corridas só acontecerão com agendamento prévio, de no mínimo 24h, feito por meio do comando de voz. Além disso, a empresa divulga em seu site as empresas parceiras, como opções de passeios em locais que oferecem programas voltados ao público específico como Theatro Municipal de São Paulo, Clube Piratininga, Ópera São Paulo e muitos outros, além dos serviços exclusivos de Personal Dancers, formados e com experiência na função, homologados pela NonniCar.

 

 “Os condutores que ingressam em nossa base passam por uma consultoria especializada para potencializar seus diferenciais, resultando em um trabalho de excelência”, garante a diretora de Marketing, Andrea Morais. 

 

No formato de Feira de Negócios e de Fórum de Tendências, a Longevidade Expo + Fórum será uma ação estratégica para que empresas apresentem diretamente ao público suas propostas em produtos e serviços que propiciem bem-estar e qualidade de vida. Com isso, a NonniCar enxerga o evento como uma possibilidade de expandir o projeto em todo o Brasil. “É o momento de conhecer iniciativas do mesmo nicho, fazer novas conexões e parcerias. Colocaremos em nosso estande uma apresentação do nosso serviço e o visitante terá a experiência de solicitar um motorista da NonniCar”, finalizam.   

 

 

 

linha1.png

Callen Schaub, arte contemporânea nas redes sociais

Artista candense usa redes sociais para mostrar seu processo artistico e tornar arte mais acessível

 

A arte contemporânea vem se transformando a cada dia, com uso de materiais e técnicas totalmente inusitadas levando o espectador à questionar o valor artístico de trabalhos e de artistas. Ferramentas como o Instagram tem ganhado cada vez mais visibilidade na construção e disseminação de novas formas de expressões artísticas, além de aproximar artistas e seus fãs (ou haters).

 

Um artista que vem explorando as possibilidades das redes sociais em seu trabalho é o canadense Callen Schaub, que explora a conexão com o espectador em lives, e mesmo utilizando comentários negativos como tela para seus trabalhos abstratos, onde utiliza técnicas que envolvem latas de tinta como pêndulos sobre as telas, ou telas girando enquanto despeja tinta em sua superfície e recentemente vêm experimentando com novas superfícies, como tênis, ropas, objetos.... e até pessoas.

 

Nos comentários negativos que recebe e compartilha em seu Instgaram Schaub é constantemente questionado sobre suas tecnicas, com frases como “uma criança de 5 anos poderia fazer isso”, esses comentários que o levaram a chamar seu último show (onde ele mostra seu processo ao vivo) de Fake Art, onde ele busca educar as pessoas e tornar arte mais acessível, segundo ele, “arte é um processo e não um segredo”.

 

 

 

callen3.png
callen4.png

Você pode conferir suas performances e trabalhos no Instgaram: @callenschaub

'Bilita Mpash' Fine Art Print.jpg
linha1.png
The_Pavillion._Norman_Foster_Foundation__Madrid_©_Guillermo_Rodríguez_7.jpg

Primeiro projeto da Foster+Partners no Chile

Uma extensão de 301,4m² para um shopping center e dois prédios de 12 andares vão ser os primeiros projetos feitos pela Foster+Partners no Chile, de acordo com o jornal local El Mercurio.

Planejado para ser construído em San Joaquin, um bairro predominantemente industrial em Santiago, Chile, o projeto vai ser feito pela imobiliária Grupo Patio.

 

Dividido em duas partes, uma vai servir como a primeira extensão para La Fábrica Patio Outlet, uma fabrica transformada em shopping center que abriu as portas em 2016, enquanto a segunda parte seriam os dois prédios de 12 andares com 500 unidades residenciais.

 

Perguntado pelo El Mercurio, o prefeito de San Joaquim, Sergio Echeverria disse: Esse é o mais importante desenvolvimento privado desde San Joaquin foi estabelecida. É um privilégio para nossa comunidade que Norman Foster esteja em cargo desse projeto.

 

Apesar do anúncio publico feito pelo Grupo Patio, Foster+Partners só vai revelar as primeiras imagens do projeto no começo de 2020. O projeto tem por objetivo ser concluído em 2024, de acordo com o Grupo Patio.

 

 

Fonte: https://www.archdaily.com/924485/foster-plus-partners-to-design-first-project-in-chile

 

 

linha1.png
FLORENSE EXPÕE BRASIL TUPI DURANTE A DESIGN WEEKEND SÃO PAULO.png

Design Weekend encerra sua 8ª edição com eventos que marcam o sucesso do festival

O Design Weekend - 8ª Semana de Design de São Paulo, encerra a edição 2019 com chave de ouro. Ao longo de todo o festival, foram realizadas 300 atividades em mais de 140 locais que incluíram congressos, mostras, exposições, palestras, instalações interativas, lançamentos, festas, entre outras ações que agitaram a cidade de São Paulo, de 18 a 25 de agosto.

 

Esta edição do DW! foi marcada pela forte presença de nomes internacionais do design e da arquitetura que participaram dos eventos âncoras do festival, entre eles o BOOMSPDESIGN, CONAD, High Design – Home & Office Expo, MADE e a mostra Modernos Eternos.

 

O fórum BOOMSPDESIGN recebeu 3.000 visitantes que puderam conferir a instalação do arquiteto dinamarquês Adam Kurdahl do escritório SPOL Architects. Kurdahl utilizou 10 mil folhas de papel provenientes de grandes escritórios de arquitetura, tratadas com material anti chamas que juntas formaram uma grande escultura que abordou a importância de ressignificar os recursos naturais. O evento ainda contou com a presença de Harry Allen, eleito o designer do ano.

 

No Congresso Internacional de Design de Interiores, CONAD, foi abordado o tema 'Tecnologia da Emoção' em palestras com a presença de: Ben Hobson, da revista eletrônica Dezeen, Gino Garbelini, do escritório italiano Piuarch, Arturo Dell' Acqua Bellavitis, do Politécnico de Milão, o designer portenho Christian Ullmann. o designer e arquiteto Guto Requena, Andrea Soria da Herman Miller, Mauricio Monteiro da Audi, Paulo Mancio da Accor e Francisco Albuquerque do IED.

 

A 4ª edição da High Design reuniu um público de mais de 20 mil pessoas que circularam no pavilhão do São Paulo Expo e puderam conferir as novidades do setor que os mais de 100 expositores trouxeram neste ano.

 

Celebrando o design latino-americano, a Made Mercado Arte Design chegou a sua sétima edição com mais de 120 expositores tanto nacionais como internacionais e prestou homenagem ao designer chileno Smiljan Radic.

 

A mostra Moderno Eternos contou com a participação de 20 profissionais de arquitetura e design de interiores que transformaram os ambientes do Mosteiro de São Bento com um mix de móveis antigos e contemporâneos - inclusive planejados - tecnologia, iluminação, tapetes, papéis de parede, tecidos, objetos e muitas obras e arte.

 

 

linha1.png
highdesign.jpg

High Design – Home & Office Expo encerra mais uma edição acelerando o setor

 

Nos dias 21, 22 e 23 aconteceu no São Paulo Expo a quarta edição da High Design Home & Office Expo. A feira, única do gênero no país, reuniu mais de 18 mil pessoas – um aumento de aproximadamente 10% em relação a edição anterior – e tem como principal objetivo atender profissionais de arquitetura e design de interiores, construtoras, lojistas, compradores e investidores. O evento contou com mais de 100 marcas nacionais e internacionais, além de designers de mobiliário autoral em escala industrial, mostrando o que há de mais atual no segmento. 

 

“Tivemos um balanço positivo e muito satisfatório para um evento de grande movimento como a High Design. A nossa ideia nessa edição foi trazer um espaço maior para atender o número de visitantes que já esperávamos receber nessa edição.”, avalia o idealizador Lauro Andrade Filho.

 

Para dinamizar a feira, o público pôde participar de várias atrações simultâneas, tanto de  Talks – foram quase 49 horas de conteúdo –  idealizados por Instituições como Senac, IED e Archademy, como também de grandes eventos, entre eles o Congresso Internacional de Designers de Interiores (CONAD), Arq+ Smart Construction por revista Projeto,  Prêmio Salão Design, a rodada de negócios Hotel Business Meeting e, por último, a premiação do Design & Technical Summit, realizado pelo grupo Accor.

Os visitantes da feira tem em sua maioria  profissionais de arquitetura e design de interiores, seguidos por lojistas e designers de produto, que  tiveram a oportunidade de conhecer  mais de 500 produtos e soluções, tirar dúvidas e interagir diretamente com os designers e donos das marcas, além de fortalecer ainda mais o poder de decisão de compra: 27% representam aqueles que realmente especificam um produto; 23% que aprovam e 20% recomendam e estão em processo de pesquisa. 

As redes sociais também contribuíram para o aceleramento do evento. Só no perfil do Instagram são mais de 62 mil seguidores, que durante o período da feira realizaram aproximadamente 31 mil visitas diárias ao perfil  e mais de 3 mil visualizações por stories publicados.

 

 

 

linha1.png
bmd_architecture_bauhaus_museum_dessau_3.jpg

Museu da Bauhaus em Dessau é inaugurado na Alemanha

 

A Addenda architects projetou uma caixa de vidro simples para a segunda maior coleção de objetos da Bauhaus no mundo - trazendo um espaço necessário e flexível, com controle climático, para a cidade de Dessau, onde o prédio da Escola Bauhaus projetado por Walter Gropius, inaugurado em 1926, é localizado

 

 

O Novo museu da Bauhaus em Dessau (Alemanha) foi aberto à visitação no começo do mês de setembro, e oferece à cidade da Fundação Bauhaus, um espaço dedicado a mostrar sua coleção substancial de objetos, modelos e projetos da escola. Como o segundo maior do gênero no mundo, a coleção do Bauhaus Dessau requer o tipo de condições de controle climático que o famoso prédio escola desenhado por Gropius, não poderia alcançar sem uma significante transformação.

 

O novo museu foi concebido como uma monumental caixa preta monolítica sob uma concha de vidro, de acordo com o site do escritório Addenda Architects, responsável pelo projeto. O design simples, porém eficaz surgiu de um briefing que requeria a criação de um espaço que poderia receber eventos e exibições temporárias, e também uma grande galeria onde documentos originais e sensíveis à luz podem ser expostos.

De fora, a camada de vidro do prédio reage com a cidade no lado leste e com a vegetação do parque a oeste, refletindo a luz de fundo ou permitindo vislumbres através do edifício, dependendo da hora do dia e da quantidade de luz solar.
 

No entanto o edifício não é transparente como alguns podem ter esperado, em parte devido a restrições orçamentárias, que significa que o aquecimento mecânico e resfriamento foram amplamente evitados no andar térreo e a cortina de vidro teve que fazer mais trabalho do que pretendido inicialmente.

 

No interior, o projeto brilha e inova. O hall da entrada principal é iluminado, arejado e espaçoso em qualquer estação ou período do dia, e oferece muito espaço para eventos, encontros e exibições. Também não há colunas a vista na caixa preta fica, ou paira, em dois eixos de escadas que estão a 50 metros de distância.

 

Uma caixa preta com galeria principal foi uma decisão audaciosa e inesperada, que requer um pequeno período para se ajustar, mas que enfoca a mente nas peças e em muitos jeitos é adequado, dado o interesse da Bauhaus em teatro, espetáculos, e danças. Onde a brilhante escultura cinética Light-Space-Modulator de László Moholy-Nagy (das quais, uma das poucas replicas oficiais existentes está em exibição) parece muito em casa.

 

A localização do museu também é significativa e não foi isenta de controvérsia. Ao invés de ser localizado perto do existente espaço da Bauhaus a noroeste do centro, o espaço na borda do parque existente no centro da cidade foi eventualmente escolhido. “A ideia foi evitar um cenário de museu-ilha, mas criar uma nova localização da Bauhaus na cidade.” Explica a diretora e CEO da Fundação Bauhaus Dessau, Claudia Perren.  

 

 “A cidade já é separada pelos trilhos de trem entre as casas desenhadas pela Escola da Bauhaus e seus mestres, e perde muito turismo como resultado”, acrescenta Gonzalez. Faz sentido trazer uma nova energia – e parte do movimento que era tão seminal para Dessau – para o centro da cidade.

 

 

 

linha1.png

A instalação de bambu e carbono do artista Kengo Kuma no Festival de Design de Londres 2019

 

 

Para a London Design Festival 2019, o arquiteto japonês Kengo Kum, teceu uma instalação temporária do jardim do Victoria and Albert Museum. A estrutura, similar a um casulo, uma experimentação com tecelagem, dá continuidade ao trabalho do arquiteto com materiais naturais, como visto no recém-inaugurado V&A Dundee.

 

Inspirado pela frase do arquiteto Gottfried Semper “arquitetura é fundada no ato da tecelagem”, Kum produziu inteiramente com materiais naturais a instalação, “Animais constroem seus ninhos com os materiais disponíveis para eles, e nós fizemos a mesma coisa com essa instalação”.

 

A obra foi produzida utilizando o bambu, madeira resistente e de rápido crescimento, em formato circular, sendo constituída de um anel de 2 metros de diâmetro atado com fibra de carbono em seu interior. A mistura dessas duas “fibras” resulta em um material 10 vezes mais resistente que o bambu comum. O bambu na superfície e o carbono na face posterior permite que a instalação ofereça ao espectador diversas maneiras de ser vista.

 

O entrelace dos materiais garante que o design mantenha as propriedades únicas e belas da madeira, que é tradicionalmente usada na arquitetura japonesa, ao mesmo tempo, destaca como o material pode ser leve e ao mesmo tempo resistente, e como pode ser usado facilmente no design moderno. Para o idealizador da instalação algumas pessoas podem acha-la tradicional, enquanto outras podem pensar que é muito moderna, mas de toda forma, os sentidos do espectador serão testados ao defrontar com a peça.

 

linha1.png
screen-shot-2019-09-06-at-11.43.00-am.png

Programa australiano transforma sobras de alimento em energia

 

Ainda em fase de teste, o programa já recolheu sobras de alimento de 4.300 residências

Restos de cozinha de 4.300 residências da cidade de Sydney, na Austrália, estão sendo desviados do aterro sanitário e transformados em energia limpa e adubo orgânico. Com um mês de operação-teste, o programa já destinou 11 toneladas de resíduos orgânicos domésticos para uma usina de processamento.

 

O programa, em fase piloto, terá um ano de duração e abrange 330 casas e 53 blocos de apartamentos localizados no distrito central da cidade. As famílias cadastradas recebem um kit com um pequeno balde para a pia de cozinha, algumas sacolas compostáveis e uma lixeira de rua. No caso dos apartamentos, as lixeiras são compartilhadas.

 

 

linha1.png
screen-shot-2019-09-06-at-11.43.00-am.png

França recebe nova câmara icônica e minimalista de comércio e artesanato

 

Localizado em Lille, o prédio busca absorver e refletir a paisagem que o circunda, ao mesmo tempo em que se dedica à esfera pública

Após o lançamento de seu escritório em Paris, o grupo holandês de arquitetura KAAN Architecten, juntamente com o escritório francês PRANLAS-DESCOURS Architect & Associates, apresenta o novo Chambre de Métiers et de l’Artisanat Hauts-De- France (em português, “Câmara de Comércio e Artesanato da alta França”) na cidade francesa de Lille.

 

O lançamento, vencedor de uma competição internacional de campi de artesanato, funciona como uma nova porta de entrada da cidade e abriga espaços para educação, escritórios, funções públicas e um auditório para eventos.

 

O projeto estrutural teve como base o minimalismo adulto do escritório holandês, com ênfase na transparência, leveza e luz natural.

 

Organizado, grande parte, de maneira horizontal, o edifício, que abrange três andares, também apresenta um cantilever no primeiro nível, que envolve o edifício e se projeta em direção ao ambiente circundante – partes da cidade e do campo.

 

O projeto é pontuado por duas entradas públicas para o complexo, levando o visitante ao seu coração e a diferentes áreas de atividade, além dos seis pátios ao ar livre e duas praças públicas.

 

Como as instalações variam de administração local e regional a blocos de pesquisa e educação (incluindo escola de cabeleireiro, escola de culinária, laboratórios e salas de aula), a equipe de arquitetos se concentrou em criar uma variedade de espaços para atender a cada necessidade.

 

No entanto, o uso consistente de materiais simples – vidro e pedra cinza – garante uma estética limpa, que é mantida por toda parte. Ela é reforçada pelo uso de blocos claros e caixilhos de janelas grandes e minimalistas de alumínio polido.

 

Em todos os lugares, a composição e a escolha dos materiais desempenham um papel fundamental.

 

“Por sua materialidade sólida, a CMA visa articular, absorver e refletir a paisagem circundante, ao mesmo tempo em que se destaca como um novo elemento icônico, uma paisagem habitada dedicada à esfera pública”, dizem os arquitetos.

 

 

 

 

linha1.png

Minas Gerais investe na implantação de 32 usinas solares

 

O projeto, assinado pelo governador, contempla 17 municípios do norte do Estado

 

Na última sexta-feira (30), o governador de Minas Gerais, Romeu Zema, assinou um protocolo de intenção com a empresa Mori Energia Holding S.A para a implantação de usinas fotovoltaicas no Estado. Ao todo, serão investidos R$ 523 milhões na instalação de 32 usinas em 17 municípios do norte de Minas.

 

A expectativa é de que sejam gerados mais de 1.500 empregos diretos durante a fase de construção dos empreendimentos. O projeto totaliza 110MW instalados, cada uma com 25 anos de vida útil.

 

 

 

linha1.png